domingo, 10 de janeiro de 2016

X-Man Jedi Chico Xavier


Mas afinal o que eles tem em comum? Uma força. Seriam mutantes? Boa pergunta.
A arte imita a vida, já dizia a célere frase de alguém muito observador, mas muito se tem cogitado sobre o enigmático papel de Charles Xavier em X Man, simples coincidência ou o autor realmente se impressionara com a vida paranormal do maior medium brasileiro de todos os tempos.
Na obra de ficção X Man se relata os estranhos dons paranormais de um grupo de seres humanos considerados mutantes e perseguidos pelos humanos normais que os consideram como  uma ameaça. É bem notório que os mediuns são discriminados e perseguidos durante séculos por possuirem dons sobrenaturais  e inexplicáveis pela ciência e Chico Xavier não fugiu a regra, tendo sido considerado como louco até pelo próprio pai.
Um Jedi já  é  um caso que é tratado de forma mais pomposa na ficção Star Wars, onde um seleto grupo de seres são escolhidos para herdar a FORÇA,  esta que é passada hereditariamente. A FORÇA,  negativa ou positiva o torna com poderes sobrenaturais.
Além de Chico Xavier que possuia o dom da psicografia,  era  também telepata, clarividente, vidente, praticava curas, desdobramento e efeitos físicos, o Brasil é reconhecidamente o país onde se encontra o maior número de mediuns ostensivo s do mundo. Fenômeno como materializações,  cirurgias espirituais e outros são bem comuns por aqui.
Estaríamos enfim produzindo mutantes? Seriam estes poderes sensoriais o despertar de uma nova FORÇA? Anomalias podem se tornar padrão. Seria a raça do Homo espiritualis?

Nenhum comentário:

Postar um comentário